Notícias

Saúde / PROTEÇÃO

09 de Fevereiro de 2024 11h48

Centro de Zoonoses de Cuiabá possui número para denúncia de foco da dengue

LÁZARO THOR

Davi Valle

O Centro de Zoonoses, da Secretaria Municipal de Saúde, possui número telefonônico para receber denúncias de foco de mosquistos da dengue em Cuiabá, trata-se do número 65 3318 6059, que pode ser acionado pela população para denunciar focos. Outra forma de acionar o Centro de Controle de Zoonoses é através do e-mail: ccz.saude@cuiaba.mt.gov.br

Em muitos casos, a população acaba telefonando para a Vigilância Sanitária em busca de atendimento, o que não é recomendado, uma vez que se trata de serviços diferentes. Ao acionar a Zoonoses, o denunciante solicita uma ordem de serviço para atendimento. 

"É importante esclarecer que, para quem mora em prédio, não adiante informar apenas que viu uma casa 'embaixo', sem se referir ao endereço exato do imóvel com foco de mosquito", afirmou Alessandra Carvalho, coordenadora do Centro de Controle de Zoonoses. "A pessoa pode se manter em sigilo porque às vezes está denunciando o vizinho, então o serviço é feito e o nome do denunciante não é divulgado, mas é preciso ter exatidão do endereço", completou Alessandra. 

Combate à dengue

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, está empenhada em adotar estratégias eficazes para combater e prevenir a proliferação da dengue na cidade. Desde o início deste ano, a gestão municipal tem concentrado seus esforços de forma proativa e estratégica para conter o avanço da doença e proteger a população.

Apenas no ano de 2024, foram realizadas o total de 52.929 visitas domiciliares em diversos bairros da cidade, com o intuito de identificar e tratar potenciais criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. Nesse contexto, foram tratados 5.503 imóveis e 6.209 depósitos que poderiam servir como locais de reprodução do vetor.

Além disso, mais de 30 bloqueios de casos suspeitos foram realizados, abrangendo mais de 785 imóveis, utilizando larvicidas para interromper o ciclo de reprodução do mosquito. Nos bloqueios, o Centro de Zoonoses vai até o local e aplica larvicida no imóvel com foco e nos imóveis ao redor, que também possuem risco. 

Alessandra Carvalho destacou a importância do Levantamento de Índice Rápido de Aedes aegypti (LIRA) para identificar e monitorar os índices de infestação nos diferentes bairros da capital, direcionando assim as estratégias de combate de forma mais eficaz.

Alessandra ressaltou também a necessidade de conscientização e participação da comunidade nessa luta contra a dengue, especialmente diante do aumento de 26% nos casos em comparação ao mesmo período do ano anterior, totalizando 55 casos confirmados na cidade até o momento.

Uma das ações adotadas pela Prefeitura foi a campanha "10 Minutos contra o Aedes Aegypti". Essa iniciativa visa incentivar a população a dedicar um curto período semanal para eliminar possíveis focos do mosquito em suas residências ou locais de trabalho, inspirada em estratégias bem-sucedidas adotadas em outras localidades. Parcerias estratégicas com a rede de supermercados Pereira foram efetivas a fim de unir esforços no combate a esse agravo.